sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Bacalhau no Natal?

No Natal, além do famoso pernil, peru, chester e outras delicias que são servidas, o bacalhau também é muito bem vindo! 

A tradição do bacalhau no Natal, remonta à Idade Média, com o calendário cristão, onde se guardava jejum nas principais festas católicas, essencialmente na Páscoa e Natal. Como não era comum comer carne, as pessoas optaram em comer o bacalhau, que os espanhóis tinham começado a salgar, para fazer a sua conservação por mais tempo.



A dica para este Natal do Chef Valdir Ramos é preparar um delicioso Bacalhau a Zé do Pipo, com legumes baby e flores do campo, prato típico da culinária de Portugal, ideal para degustar na estação do verão.


Bon Appetit!

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Salada Asiática do Festival Indonésio

Confira em primeira mão, a receita da Salada Asiática de Pato com Manga, que será oferecida no Festival Indonésio, que ocorrerá de 26 a 28 de setembro de 2013, no Sheraton Porto Alegre Hotel. Os chefs Sugito e Kamaludin chegam diretamente de Jacarta, capital da Indonésia, onde comandam a cozinha do Hotel Borobudur, para criar o cardápio típico com 25 opções. A gastronomia do país recebe influências de culturas e povos diferentes, resultando em combinações coloridas, leves e orientais.

Salada Asiática de Pato com Manga


Ingredientes para 2 pessoas:

100g de magret de pato
100g de manga
30g de pimentao vermelho cortado em juliene
30g de pimentao amarelo cortado em juliene 
30 g de pepino japonêscortado em juliene
30 g de aipo cortado em juliene
20g de cebola roxa cortada em juliene
15 g de alho porro cortado em juliene
20g de vagem ja cozida e cortada em juliene
1 und de pimenta dedo de moca cortada em juliene
1 colher de ( sopa ) de óleo de gergelim
10 g de ervilha cozida em grão
Suco de 1 limão
Sal a gosto

Modo de preparo:

Temperar o magret de pato com sal e grelhar em seguida. Quando estiver no ponto no ponto cortar o magret em laminas. Misturar todos os ingredientes e temperar com sal a gosto.

Montagem do prato:

Montar como mostra a foto ou de sua preferência.

Bon appetit!

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Sugestão de Menu para o 20 de setembro Tchê!

E para entrar no clima do 20 de Setembro, dia em que os gaúchos celebram-se os ideais da Revolução Farroupilha, que tinha como objetivo propor melhores condições econômicas ao Rio Grande do Sul, confira a receita do menu, que será oferecido no Sheraton Porto Alegre Hotel, cardápio pra lá de especial, tchê!

Medalhão de Entrecot de Angus acompanhado de Aipim na Manteiga 
de Ervas e Farofa de Banana




Ingredientes para 2 pessoas:

Para o entrecot de angus:
300g de medalhões de entrecot de angus
2 dentes de alho esmagados
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
Óleo para grelhar

Modo de preparo:

Temperar os medalhões de entrecot de angus com o alho esmagado,sal e pimenta do reino moída na hora a gosto. Em uma frigideira anti-aderente bem aquecida espalhar fios de óleo e grelhar os medalhões de entrecot de angus deixando-os ao ponto desejado.

Para a farofa:

150g de farinha de mandioca
50g de manteiga com sal
30g de bacon picado
1 cebola pequena picada finamente
1 unidade de banana caturra cortada em cubos pequenos
1 colher de (chá ) de tempero verde picado sal e pimenta do reino moída na hora a gosto

Modo de preparo:

Em uma frigideira pre-aquecida colocar a manteiga e deixar derreter bem. Agregue o bacon e a cebola e deixar dourar bem. Logo após acrescentar a banana e da mais uma refogada. Adicione a farinha de mandioca, o tempero verde e temperar com sal e pimenta a gosto.

Para o aipim:

200g de aipim ja cozido
50g de manteiga
1 cebola pequena cortada finamente
1 colher de ( chá) de mix de ervas picada finamente
Sal a gosto

Modo de preparo:

Colocar o aipim já cozido e escorrido em um recipiente. Derreter a manteiga e dourar a cebola . Agregar as ervas e temperar com sal a gosto. Logo em seguida regar o aipim com essa manteiga.

Montagem do prato:

Colocar os medalhão no centro do prato. Ao lado dele colocar o aipim e a farofa de banana. Decorar com erva fresca a gosto.

Bon appetit!

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Chef Valdir Ramos no Jantar de Formatura da 5ª turma de Gastronomia Feminina da Confraria União D’Elas

No último dia 30 de agosto, Chef Valdir Ramos juntamente com o Chef Fred dos Anjos foram convidados para estarem a frente de uma das cozinhas no Jantar de Formatura das novas confreiras do União D'elas.

Na ocasião os chefs prepararam um delicioso Cherne em crosta de cuca de cajá sobre risoto de ratatouille de maçã verde. Confira a receita em primeira mão:


Fotos Grêmio Náutico União

Ingredientes para 4 pessoas:

Para o peixe em crosta de cajá:

600g de file de cherne
1 dente de alho esmagado
Sal e pimenta do reino moída na hora
Óleo de algodão para grelhar

Modo de preparo:



Temperar os files de peixe, com sal e pimenta e o alho esmagado. Grelhar o peixe em uma frigideira até que todos os lados do peixe fiquem bem grelhados.



Para a crosta:



200 g de farinha de trigo
100g de manteiga sem sal
50 g de açucar refinado
200 g polpa de cajá 
Sal a gosto
Salsinha a gosto

Modo de preparo:

Em uma panela colocar a polpa de cajá para reduzir a 30 por cento em fogo baixo. Depois retirar do fogo e deixar esfriar. Logo em seguida, misture todos os outros ingredientes e depois adicione a polpa de cajá. Levar ao forno para desidratar a uma temperatura de 100 graus por aproximadamente 30 minutos. Após desidratados deixar esfriar e logo depois colocar sobre o peixe. Levar ao forno para deixar o peixe chegar no ponto desejado.

Para o risoto de ratatouille de maçã verde:

Para o ratatouille de maçã verde:

1 abobrinha cortada em broinoise
1 berinjela cortada em broinoise
1 pimentão vermelho cortado em broinoise
1 pimentão amarelo cortado em broinoise
1 cebola roxa cortada em broinoise
2 maças verde descascada e cortada em broinoise
5 dentes de alho laminados
Sal a gosto
Pimenta dedo-de-moca picada a gosto
Fios de azeite extra-virgem a gosto

Modo de preparo:

Colocar em uma assadeira todos os ingredientes e assar em forno a uma temperatura de 180 graus por aproximadamente 15 minutos. Separar.

Para o risoto:

100 g de arroz arbóreo cru
200 g de queijo parmesão ralado de boa qualidade
1 litro de caldo de legumes já quente
1 folha de louro
2 colheres de nata fresca
Fios de óleo de algodão
2 cálices de vinho branco seco

Modo de preparo:

Em uma panela quente colocar fios de óleo e a folha de louro. Depois colocar o arroz e fritar bem. Após acrescentar o vinho branco e refogar bem o arroz e deixar o álcool evaporar. Logo em seguida hidratar aos poucos o arroz com o caldo de legumes mexendo sem parar. Quando o arroz estiver al dent colocar o queijo ralado, a nata e por último o ratatouille de maçã. Mexa tudo muito bem. Temperar com sal a gosto deixando o risoto no ponto desejado.

Montagem do prato:

Colocar no centro do prato o risoto e sobre ele o file de cherne. Se você preferir esse peixe também poderá ser servido com um molho de nata e limões sicilianos.

Dica dos chefs: Decorar com brotos e flores comestíveis.


Bon Appetit!

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Mousse de Tequila no Festival de Gastronomia Mexicana

Como todos sabem, a Tequila, bebida típica mexicana, nasceu em uma pequena cidade, que leva o nome do drink – de 33 mil moradores, no México.

O passeio para descobrir a origem da tequila é feito em um ônibus barril, que leva às plantações de agave azul, uma planta que produz uma pinha, semelhante à do abacaxi gigante, de onde é feita a tequila. Para se transformar na bebida, a pinha é cozida até se transformar em uma espécie de mel, com gosto de açúcar queimado. Depois disso, o material vai para uma destilaria, onde é aquecido a 120ºC e vira tequila. 

Aproveitando esta bebida, que é muito apreciada pelos brasileiros, segue a receita para preparar uma sobremesa bem saborosa, usando este destilado tão cobiçado. Esta será oferecida no Festival de Gastronomia Mexicana, que ocorrerá agora em setembro no Sheraton Porto Alegre Hotel.


Mousse de Tequila



Ingredientes para 8 pessoas:

8 ovos inteiros
200g de açúcar refinado
1 dose de tequila
10 g de gelatina neutra dissolvida em 30 ml de água quente
Suco de 2 limões siciliano
200 g de chantilly

Modo de preparo:

Em uma batedeira, bater os ovos inteiros com o açúcar até formar um creme em neve. Adicionar a dose de tequila, o suco de limão e a gelatina neutra dissolvida. Para finalizar colocar o chantily e misturar tudo levemente.

Colocar em um recipiente de sua escolha e levar para geladeira por aproximadamente 6 horas. Se preferir espalhar raspas de limão por cima da mousse.

Bon Appetit! :)

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Jantar Mensal Confraria União D'elas

Confira as receitas do Jantar Mensal realizado pelo Chef Valdir Ramos e as confreiras da Confraria União D'elas do Grêmio Náutico União, no dia 10 de julho, no Espaço União Cooks.

Parfait de Fígado acompanhado de Torradas e Grissinis


Ingredientes:

800g de fígado limpo
400g de creme de leite fresco
200g de gelatina neutra
1 litro de suco de laranja
Suco de um limão
400g de açúcar
1 unidade de cebola branca picada
4 dentes de alho esmagado
1 folha de louro
Sal e pimenta a gosto
Ervas picadas a gosto (manjericão, tomilho e alecrim)
Aceto Balsâmico

Modo de preparo:

Colocar o fígado em uma forma e temperar com sal, a cebola, o alho, a folha de louro, e as ervas picada a gosto. Levar ao forno para assar em temperatura de 150°. Deixar esfriar e em seguida bater no processador, até que fique em uma textura de patê. Retirar do processador e colocar em uma bowl. Bater o creme de leite até ficar um chantilly. Derreta 01 colher (chá) de gelatina neutra e misturar todos esses ingredientes no patê de fígado (reservar).

Gelatina cítrica

Em uma panela colocar o suco de laranja e o suco de limão e adicionar a gelatina neutra, o açúcar e temperar com sal e pimenta, deixando reduzir um pouco. Dentro da forma de terrine colocar um insul-film e depois colocar a redução do suco. Depois colocar essa forma dentro de uma vasilha com água e gelo até que crie uma leve camada de gelatina. Depois que criar a camada retirar da forma todo excesso de gelatina e adicionar o parfait. Levar a geladeira e deixar que tudo fique bem firme. Depois, cubra o parfait com mais uma camada de gelatina. Levar a geladeira e deixar gelar durante 24 horas.

Sopa de cebola com gratinado de parmesão e azeite trufado

Ingredientes:

4 kg de cebola branca fatia bem fina
8 kg de batata branca descascadas e cordatas em cubos grande
4 folhas de louro
100g de alho roxo esmagado
4 litros de caldo de frango
300 ml de molho demi-glacê
300 ml de vinho branco seco
1 litro de nata fresca
2 unidades de alho-porro
Sal e pimenta branca a gosto

Modo de preparo:

Em uma panela pré-aquecida colocar fios de azeite e dourar o alho, folha de louro, o alho-porro. Quando tudo estiver bem dourado, acrescente o caldo de frango e depois a batata inglesa e deixe tudo cozinhar bem até que as batatas fiquem bem macias. Em seguida retire as folhas de louro e liquidifique toda essa mistura (separe). Em outra panela bem aquecida coloque fios de azeite e refogue toda a cebola, quando ficarem macias despeje o vinho branco e deixe que o álcool evapore. Depois adicione o demi-glacê e mexa tudo muito bem. Metade dessa cebola coloque dentro do creme de batata e mais uma vez liquidifique e depois passe por uma peneira 2 vezes. Logo após desse processo, colocar o creme dentro da outra parte da cebola e cozinha tudo até que ferva. Quando ferver colocar a nata fresca e temperar com sal e pimenta branca moída na hora a gosto.

Para o gratinado de parmesão

Ingredientes:

2 baguetes italiana
500g de queijo parmesão de excelente qualidade
Fios de azeite extra-virgem
80 fios de cebolete francesa
1 vidro de azeite trufado

Modo de preparo:

Em um tabuleiro coloque as fatias de baguete, depois espalhe fios de azeite. Logo após leve para o forno a uma temperatura de 130 graus. Quando estiverem crocantes espalhe o queijo e deixe por fim gratinar.

Observação: A sopa tem que ficar bem encorpada. Se necessário durante o cozimento das batatas, se o caldo não for o suficiente, favor agregar mais um pouco.

Montagem do prato

Em uma bowl coloque a sopa e sobre ela regue com o azeite trufado e acrescente o gratinado de parmesão. Decore com um tempero verde. Sirva bem quente.

Codorna au Sarcophage

Ingredientes da Codorna:

44 unidades de codornas desossadas e inteiras
88 fatias de bacon para envolver a codorna
Sal e pimenta do reino a gosto

Ingredientes para o recheio:

200g de uvas passas brancas e pretas
300g damascos cortados em cubos
4 pacotes de pão de forma adormecidos cortados em cubos pequenos
500g de queijo parmesão ralado
2 colheres de sopa de ervas finas picadas
2 colheres de sopa de salsinha picada
1 cabeça de alho esmagado
2 cebolas brancas picadas
200g de manteiga
1 molho de salsão picado sem a fibra

Modo de Preparo da Codorna:

Limpar as codornas e deixando-as inteiras. Rechear pela extremidade inferior, temperar com sal e pimenta e envolver nas fatias de bacon utilizando 3 fatias para cada codorna. Após cobrir as codornas com papel alumínio e levar ao forno para assar por volta de 10 minutos a 170 graus. Retirar o papel alumínio e levar novamente as codornas para o forno para dourar o bacon por aproximadamente 5 minutos a 180 graus.

Recheio do vol au vent

Ingredientes:

44 unidades de vol au vent número 4
4 kg de cogumelos funghi fresco laminado
200g de cebola picada finamente
8 dentes de alho
500g de creme de leite
4 litros de leite integral
200g de margarina
500g de farinha de trigo
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
1 folha de louro

Modo de preparo:

Aqueça o leite. Em uma panela coloque a margarina para derreter. Em seguida adicionar a farinha de trigo e deixar cozinhar mexendo sempre, até que a mistura comece a liberar um cheiro de biscoito. Assim que isso acontecer, colocar aos poucos o leite integral até formar um molho bem cremoso. Deixe ferver. Logo após liquidificar e depois passar num chinoix. Separe. Em uma panela bem aquecida colocar fios de óleo e a folha de louro.  Adicionar o funghi e dourar bem mexendo de vez em quando. Quando este estiver bem, refogar a cebola e o alho. Agregar o molho branco e depois o creme de leite. Finalizar temperando com sal e pimenta moída na hora a gosto.

Molho de codorna

Ingredientes:

Todas as carcaças das codornas
1 unidade de cebola branca cortada grosseiramente
3 dentes de alho roxo esmagado
1 unidade de cenoura limpa e com casca cortada grosseiramente
1 litro de vinho tinto seco de boa qualidade
1 folha de louro
2 talos de salsão limpo e sem fibra
Açúcar até tirar toda a acidez
200 ml de molho demi-glacê
Sal e pimenta do reino a gosto
3 unidades de cenouras grandes
3 unidades de abobrinhas
6 unidades de mandioquinhas grandes

Modo de preparo:

Colocar as carcaças de codorna em uma forma, e levar para assar em forno já aquecido até que tudo fique bem dourado. Em uma panela pré-aquecida espalhe fios de óleo e dourar todos os legumes. Logo acrescentar as carcaças. Agregar o açúcar e depois o vinho tinto e deixar todo o álcool evaporar. Acrescentar o demi-glacê e deixar que tudo ferva bem. Para finalizar passar toda essa mistura por um chinoix. Levar novamente o molho para outra panela limpa e aquecer novamente. Finalizar temperando com sal pimenta e se caso o molho ainda continuar muito acido, ajustar sua acidez.

Biscoito de Chocolate aos três sabores 

Ingredientes:

1kg de clara em neve
400g de açúcar
16 gemas
1 kg de chocolate meio amargo
300g de manteiga sem sal

Modo de preparo:

Derreta o chocolate cm a manteiga. Bater as claras em neve e uma vez que subir colocar o açúcar aos poucos. E depois vá colocando as gemas uma a uma. E o chocolate com a manteiga e deixe tudo ficar bem misturado mexendo levemente. Logo em seguida colocar essa massa em uma forma quadrada forrada com um sipat e leve ao forno para assar a uma temperatura de 190 graus por aproximadamente 15 minutos.

Mouse de chocolate francês meio amargo

Ingredientes:

400g de chocolate meio-amargo picado
15 gemas
20 claras
300g de chantilly (nata batida levemente)
1 pitada de sal

Modo de preparo:

Derreta o chocolate em banho-maria. Quando estiver bem derretido, retire do banho-maria. Logo após, adicione aos poucos as gemas, para incorporar levemente. Assim que tudo estiverem bem incorporados adicione o chantilly aos poucos e mexendo sempre tudo muito leve (separe). Para as claras: colocar as claras e 1 pitada de sal em uma batedeira e comece batendo lentamente. Depois de tudo bem misturado acelere um pouco mais a velocidade. E finalizar na velocidade máxima até que tudo fique em ponto de neve. Para finalizar vá mesclando aos poucos a mouse com as claras. Depois colocar na geladeira e sirva bem gelado.

Mouse de chocolate francês ao leite

Ingredientes:

400g de chocolate ao leite picado
15 gemas
20 claras
300g de chantilly (nata batida levemente)
1 pitada de sal

Modo de preparo:

Derreta o chocolate em banho-maria. Quando estiver bem derretido, retire do banho-maria. Logo após, adicione aos poucos as gemas, para incorporar levemente. Assim que tudo estiverem bem incorporados adicione o chantilly aos poucos e mexendo sempre tudo muito leve (separe). Para as claras: colocar as claras e 1 pitada de sal em uma batedeira e comece batendo lentamente. Depois de tudo bem misturado acelere um pouco mais a velocidade. E finalizar na velocidade máxima até que tudo fique em ponto de neve. Para finalizar vá mesclando aos poucos a mouse com as claras. Depois colocar na geladeira e sirva bem gelado.

Mouse de chocolate branco

Ingredientes:

800g de chocolate branco derretido em banho-maria
20 unidades de claras batidas em neve bem firmes
500g de nata batida quase em ponto de chantilly

Modo de preparo:

Em uma bowl coloque o chocolate branco derretido e misture levemente com a nata batida. Logo em seguida quando tudo estiver bem misturado, adicione as claras em neve. Vá misturando aos poucos as claras em neve. Depois levar para a geladeira para gelar por até 12 horas.

Para calda de chocolate

Ingredientes:

300g de chocolate meio amargo

Para decoração:

2 pacotes de algodão doce de cor vermelha
1 pote de pó de ouro


sexta-feira, 5 de abril de 2013

Carpaccio de Cogumelo Fresco direto para o 5° Curso de Gastronomia D'Elas

Para quem não sabe, o Carpaccio de origem italiana é muito usado como aperitivo ou antepasto. É um prato feito a partir de carne ou peixe cru, cortado em fatias finas. No 5° Curso de Gastronomia D'Elas, o Chef Valdir Ramos apresentou um Carpaccio diferenciado, sem carnes, um  Carpaccio de Cogumelo Fresco!

Além de ser um prato saudável, ideal aos vegetarianos, traz benefícios à saúde. Fica a dica para quem desejar diminuir a quantidade de carne consumida, optando por um delicioso menu.

Confira a receita em primeira mão, e algumas dicas do Chef:

Fotos de Tania Deconto

Carpaccio de Cogumelo Fresco (4 porções)

Ingredientes:

- 400g de funghi fresco
- 01 unidade de tomate sem pele e sem semente, cortado em brunoise
- 01 unidade de pimentão vermelho sem semente e sem excesso interno, cortado em brunoise
- 01 unidade de pimentão amarelo sem semente e sem excesso interno, cortado em brunoise
- 1/2 unidade de cebola roxa cortada em brunoise
- 03 ramos de manjericão fresco sem talo e picado
- 150g queijo parmesão de qualidade
- 06 folhas de alface americana cortada em julienne
- 01 unidade de limão siciliano (suco)
- 200ml de azeite extra virgem
- Pimenta moída na hora
- Flor de sal à gosto

Modo de Preparo:

Para o Carpaccio
Em um prato espalhe a alface cortada em julianne até forra todo o espaço do prato. Em seguida, corte o cogumelo em finas lâminas. Separe.

Para o vinagrete do Carpaccio:
Em um bowl coloque todos os ingredientes restantes com exceção da pimenta e a flor de sal. Separe.

Para finalizar o prato:
Espalhe o Vinagrete sobre as lâminas de cogumelos. Em seguida regar com flor de sal e a pimenta moída à gosto.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Cortes de Legumes, com Chef Valdir Ramos

Na cozinha clássica existem vários tipos de cortes especiais, que se pode fazer nos legumes e hortaliças para atender as exigências estéticas de certas receitas. O corte favorece o cozimento e a apresentação do alimento que se destina a acompanhamento, ingredientes, base e até mesmo de pratos frios e quentes. No 5° Curso de Gastronomia D'Elas  da Confraria União D'elas, o Chef Valdir Ramos ensinou as técnicas de alguns tipos de cortes. Confira:

Corte em Julienne: Fatias de legumes bem finos, cortados ao comprido.
Exemplos de uso: Usado em combinações com aves, carnes vermelhas e peixes, misturado em massas e sopa.



Corte em Torneado (ou Printanière): Corte em de 4 a 5 cm em formato arredondado como um bujão.
Exemplos de uso: Pode ser feito em batata, nabo, chuchu, pepino, abobrinha italiana, etc. Usado muito em pratos com peixes e aves.



Corte em Noisette (ou Parisiense): Corte boleado (em formato de uma bola) médio.
Exemplos de uso: Pode ser feito em batata, cenoura, abobrinha, etc. Muito combinado com peixe e carnes.



Corte em Grisette: Corte boleado (em formato de uma bola) tamanho mini.
Exemplos de uso: Pode ser feito em batata, cenoura, abobrinha, etc. Combina muito com peixes, carnes, sopas e decorações de pratos.



Corte em Palha: Corte bem fino, em formato de palha. Pode ser usada uma faca bem afiada ou uma maquina especial pra este tipo de corte.
Exemplos de uso: Pode ser feito com batata, cenoura entre outros. Muito usado em pratos com peixes, para decorações, em pratos finos.



Corte em Palito: Tamanho, em geral, de 5 a 6 cm. Corte retangular, longo e fino.
Exemplos de uso: Pode ser feito com batata, cenoura e muitos outros.  Muito usado em guarnições de pratos e sanduíches.



Corte em Brunoise: Mini quadradinhos (em torno de meio centímetro)
Exemplos de uso: Pode ser feito em todos os legumes. Muito usado em sopas, molhos, vinagretes, recheios, embutidos e para decoração de pratos. Ideal para dar cor e “vida” aos pratos.



Corte em Concasse: Quadrados de 1cm x 1cm.
Exemplos de uso: Mais utilizado com tomate sem pele, mas pode ser feito com outros legumes. Muito usados em risotos, molhos, guarnições de sopas e para decoração de pratos.



Laminar: Corte que consiste em laminar os legumes ou frutas de forma bem fina ou mais grossa dependendo da sua finalidade.
Exemplo de uso: frutas, alho, cogumelos, etc.


Corte em Macedoine: Corte em cubos maiores, muito utilizados em pratos de frutas ou guarnições para algum prato que contenha carne, peixe ou ave.
Exemplo de uso: frutas ou legumes de diversos tipos.



Corte em Gomos: Muito utilizado para decorar ou complementar com uma guarnição para peixe ou ave.
Exemplo de uso: laranjas ou limões de diversas espécies.



Corte em Pruciana: Muito utilizado para decorar ou acompanhar alguma iguaria.
Exemplo de uso: batata inglesa, batata doce, cenoura, etc.




sexta-feira, 8 de março de 2013

A todas que são a nossa maior Inspiração

FELIZ DIA DAS MULHERES

A TODAS QUE SÃO INCRÍVEIS EM CADA DETALHE

A TODAS QUE RESOLVEM TUDO COM UM SORRISO

A TODAS DAS QUE SÃO A NOSSA MAIOR INSPIRAÇÃO

Falando de inspiração, além do Chef Valdir Ramos que está sempre inspirado para criar seus deliciosos pratos gastronômicos, a artista plástica portuguesa Joana Vasconcelos também se inspira,  pois criou a obra “Marilyn”, um sapato alto delicado, com panelas e tampas em aço inoxdável e cimento.


Marilyn assume a forma de um elegante par de sandálias de salto alto, cuja escala ampliada resulta do uso de panelas e respetivas tampas. A improvável, mas assertiva, associação de panelas e sandálias de salto alto, dois símbolos paradigmáticos dos domínios privado e público da Mulher, propõe-nos a revisão do Feminino à luz das práticas do mundo contemporâneo. O recurso a panelas, signo ao qual associaríamos a tradicional dimensão doméstica da Mulher, para reproduzir uma enorme sandália de salto alto, símbolo da beleza e elegância exigidas no desempenho social, contradiz a impossibilidade da relação dicotómica do Feminino nos planos doméstico e social. 

Fonte: joanavasconcelos.com

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Amenitie para Rainha do Axé

Para receber a Rainha do Axé, no Sheraton Porto Alegre Hotel, o Chef Valdir Ramos preparou um amenitie saboroso e personalizado. Neste prato aparecem mangontin, pitaya, caqui, morango, ameixa, fisalis, uva, kiwi e manga, acompanhado de 3 trufas de chocolate meio amargo.



Foto Valdir Ramos


Entregar um amenitie a um hópede, é um momento que se pode encantar e demostrar o quanto estamos felizes por recebê-lo. Muito mais do que um brinde é uma forma de desejar boas -vinda!